Universidade de São Paulo

Português Inglês

Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas

Departamento de Ciências Atmosféricas

MEMBROS | PESQUISADORES
Alexandre Pezza

Possui graduação em Meteorologia pela Universidade de São Paulo(1997), doutorado em Meteorologia pela Universidade de São Paulo(2003) e pós-doutorado pela The University of Melbourne(2007). Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Meteorologia. Atuando principalmente nos seguintes temas:Climatologia Sinótica, Climatologia Dinâmica, Onda.

Amanda Sabatini Dufek

É bolsista do Programa de Capacitação Institucional do Laboratório Nacional de Computação Científica (PCI/LNCC). Possui graduação em Bacharelado em Meteorologia pelo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG/USP-2005), mestrado em Meteorologia pela mesma instituição (IAG/USP-2008) e doutorado em Modelagem Computacional pelo LNCC (2015). Foi Professora Assistente MS-2 do Departamento de Ciências Atmosféricas do IAG/USP. Membro colaboradora do Grupo de Estudos Climáticos (GrEC/USP). Áreas de atuação e interesse: meteorologia, computação evolutiva, computação massivamente paralela e distribuída.

Ana Carolina Nóbile Tomaziello

Doutora em Ciências com ênfase em Meteorologia pelo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG - USP), com estágio sanduíche no Earth Research Institute, Department of Geography, da University of California, Santa Barbara (UCSB), Estados Unidos. Bacharel em Meteorologia e Mestre em Ciências com ênfase em Meteorologia pelo IAG - USP. Recebeu o Prêmio de Honra ao Mérito como Aluna Destaque por sua Dissertação de Mestrado no IAG - USP, dentre outros. Atuou como Docente de nível superior no Curso de Licenciatura em Ciências da USP, polo ESALQ/USP. Atua principalmente nos campos de Climatologia Estatística, Meteorologia Tropical e Sinótica, Teleconexões Trópicos-Extratrópicos, Variabilidade Intrassazonal, Previsão de Tempo e Clima, Meteorologia e Pesquisa Climática aplicadas ao Setor Elétrico. Atualmente é Meteorologista e Analista de Energia Sênior na WX Energy e pesquisadora colaboradora do Grupo de Estudos Climáticos da USP - GrEC/USP.

Anita Rodrigues de Moraes Drumond

Possui graduação em Meteorologia pela Universidade de São Paulo (1998), com mestrado (2001) e Doutorado (2005) também em Meteorologia pela Universidade de São Paulo. Atualmente é Professora Visitante na Universidade Federal de São Paulo, campus Diadema. Entre 2008 e 2018 trabalhou como pesquisadora na Universidad de Vigo (Espanha), participando do corpo docente dos programas de Máster en Ciéncias del Clima durante 2009-2014 e de Máster Universitário en Oceanografía em 2017 e 2018. Seu foco principal é Climatologia, atuando nos seguintes temas: modelos de circulação geral, análises estatisticas do clima, estudos lagrangeanos do transporte de umidade, modos de variabilidade climatica, interação oceano-atmosfera.

Caio Augusto dos Santos Coelho

Possui graduação (1998) e mestrado (2001) em Meteorologia pela Universidade de São Paulo, e doutorado (2005) e pós-doutorado (2006) em Meteorologia (Climatologia Estatística) pela Universidade de Reading, Inglaterra. É membro do grupo de pesquisa em verificação de previsões de tempo e clima, membro do time de especialistas em previsão extendida e de longo prazo (previsão climática sazonal), membro do Grupo de trabalho de climatologia da Associação regional III (América do Sul), e também membro do Grupo de especialista da em centros regionais de clima (RCCs), todos quatro grupos da Organização Meteorológica Mundial (OMM). Também é um dos editores da área de climatologia da Revista Brasileira de Meteorologia (RBMET), da sociedade Brasileira de Meteorologia, e da Revista Meteorological Applications da sociedade real Britânica de meteorologia. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Climatologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Previsões climáticas sazonais, calibração, combinação e verificação objetiva de previsões climáticas, modelos empíricos (estatísticos) de previsão climática, downscaling estatítico, análises estatísticas de eventos climáticos extremos e estudos da relação entre a temperatura da superfície do mar dos oceanos com variávies climáticas sobre a América do Sul.

Camila Bertoletti Carpenedo

Doutora em Ciências com ênfase em Meteorologia pelo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo - IAG/USP (2017) e mestre em Ciências com ênfase em Meteorologia pela mesma Instituição (2012). Bacharel em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (2010). Atualmente é Professora Adjunta do Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia - UFU, coordenadora do Laboratório de Climatologia e Recursos Hídricos (LCRH) - IG/UFU, pesquisadora colaboradora do Interdisciplinary Climate Investigation Center (INCLINE) - USP, do Grupo de Estudos Climáticos (GrEC) - IAG/USP e do Centro Polar e Climático - INCT da Criosfera/UFRGS. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Climatologia, Interação Criosfera-Atmosfera, Interação Trópicos-Extratrópicos e Variabilidade Climática.

  • http://lattes.cnpq.br/0602122775820330

    cacarpenedo@gmail.com

    Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia, Brasil

    Junho/2012 - Julho/2016: contribui na elaboração do Capítulo 1 dos relatórios mensais e na elaboração do PowerPoint dos seminários mensais. Participou das prévias do grupo e apresentou seminários mensais.



Clara Miho Narukawa Iwabe

Possui graduação em Meteorologia (2005) pela Universidade de São Paulo (IAG-USP). Mestrado (2008) e Doutorado (2012) em Meteorologia pela Universidade de São Paulo (IAG-USP). Atualmente é professora assistente doutora da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP-Bauru. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Meteorologia Dinâmica, Meteorologia Sinótica, Climatologia e Modelagem Numérica atuando principalmente nos seguintes temas: análise sinótica e dinâmica de ciclones extratropicais/tropicais e ciclogênese secundária, climatologia de ciclones secundários, modelagem numérica, intrusão estratosférica e vorticidade potencial.

Cristiano Prestrelo de Oliveira

É Professor Doutor do Departamento de Ciências Atmosféricas e Climáticas - DCAC (UFRN). É pesquisador do Núcleo de Apoio à pesquisas em Mudanças Climáticas (INCLINE - INterdisciplinary CLimate INvEstigation Center) - USP. Possui Doutorado em Meteorologia pelo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciência Atmosféricas (IAG/USP - 2013), mestrado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE - 2008) e graduação em Meteorologia pela Universidade Federal de Alagoas (2006). Realizou pós-doutorado entre 2014 e 2016 no IAG/USP em projeto vinculado ao Instituto Vale do Rio Doce - ITV. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Climatologia, atuando principalmente nos temas ligados as mudanças e variabilidades do clima.

  • http://lattes.cnpq.br/2461244145338043

    prestrelo@model.iag.usp.br

    Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Centro de Ciências Exatas

    Julho/2009 - Setembro/2015: contribuiu na elaboração do Capítulo 6 dos relatórios mensais e na elaboração do PowerPoint dos seminários mensais. Participou das prévias do grupo e apresentou seminários mensais. Elaborou a nova formatação dos relatórios do grupo em formato LaTeX.



Francisco das Chagas Vasconcelos Júnior

Possui graduação em Física Licenciatura Plena pela Universidade Estadual do Ceará (2007). Possui mestrado em Ciências Físicas Aplicadas pela Universidade Estadual do Ceará (2010) e doutorado em Meteorologia pela Universidade de São Paulo (2014). Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Meteorologia Física e Meteorologia Dinâmica, Modelagem Numérica de Mesoescala e em técnicas de downscaling sobre o Nordeste Brasileiro. Trabalha com variabilidade da Precipitação sobre o Nordeste do Brasil, além de Modelagem Climática Regional sobre o América do Sul. Fez Pós-Doutorado na área de Clima e Recursos Hídricos no departamento de engenharia hidráulica da Universidade Federal do Ceará trabalhando com previsão de vazão natural afluente em reservatórios no semi-árido e índices de seca. Atualmente é pesquisador na Fundação Cearense de Meterologia e Recursos Hídricos, trabalhando com modelagem Atmosférica de Tempo e Clima, impactos de mudanças no clima na região Nordeste, além do desenvolvimento de produtos operacional para agricultura e recursos hídricos para o semi-árido.

Gyrlene Aparecida Mendes da Silva

Técnica em Processamento de Dados pelo Instituto Federal de Alagoas (1997), Bacharel em Meteorologia pela Universidade Federal de Alagoas (2003), Mestre (2005) e Doutora (2009) em Ciências na área de concentração em Meteorologia pela Universidade de São Paulo (USP). Possui Pós-Doutorados em Ciências Atmosféricas (USP) e Ciências Climáticas (Universidade Federal do Rio Grande do Norte). Atualmente é Professora Adjunta da Universidade Federal de São Paulo onde ministra aulas no Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia do Mar, Engenharia Ambiental e Engenharia do Petróleo e Recursos Renováveis; desenvolve pesquisas sobre detecção, atribuição e impacto do clima, da variabilidade e mudança climática e de extremos climáticos; Rede Neural Artificial aplicada a estudos de interação Oceano-Atmosfera; Paleoclimatologia; Monitoramento e modelagem de dispersão de poluentes atmosféricos. Também coordena projeto de pesquisa Universal financiado pelo CNPq; orienta alunos de IC, TCC; orientou alunos de monitoria; integra a Comissão de TCC. É revisora de periódicos internacionais e co-autora de um livro e um capítulo de livro. É pesquisadora do INterdisciplinary CLimate INvEstigation Center (INCLINE) e colaboradora do Grupo de Estudos Climáticos (GrEC) da USP. Foi coordenadora e docente da disciplina de Meteorologia no primeiro oferecimento do curso de Licenciatura em Ciências Semipresencial da UNIVESP/USP. Ministrou aula na pós-graduação da USP; co-orientou alunos de graduação e mestrado da USP, de mestrado do Instituto de Pesca e da Universidade Federal do Paraná. Possui experiência nas áreas de Processamento de Dados, atuando como Suporte Técnico/Webmaster (Interno/Externo); e Meteorologia, com ênfase em monitoramento, previsão, modelagem numérica e estatística.

  • http://lattes.cnpq.br/1751745022740339

    gyrlene@gmail.com

    Universidade Federal de São Paulo (Departamento de Ciências do Mar/Instituto do Mar)

    Janeiro/2004 - presente: Contribui na elaboração do PowerPoint dos seminários mensais e na elaboração dos relatórios mensais. Oferece treinamento técnico e científico para membros do Grupo.
    Janeiro/2008 - 29/abril/2011: Coordenação das atividades técnico-científicas e resposta às solicitações do público externo quanto aos trabalhos do Grupo.




Helber Barros Gomes

Bacharelado em Meteorologia no Instituto de Ciências Atmosféricas da UFAL em 2005, mestrado em Meteorologia no Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP em 2008 e Doutorado em Meteorologia também pelo IAG/USP em 2012. Atualmente ocupa a posição de Professor Adjunto I no Instituto de Ciências Atmosféricas da UFAL. É coordenador do grupo de Dinâmica da Atmosfera e Clima (DINAC/ICAT/UFAL), atuando nas áreas de dinâmica do clima, modelagem numérica e mudanças climáticas, com ênfase na região tropical. É pesquisador colaborador no Grupo de Estudos Climáticos (GrEC) e Núcleo de Apoio à Pesquisa - Mudanças Climáticas (INCLINE) do IAG/USP e Física da Atmosfera do IF/USP. Trabalha em colaboração com a comunidade WRF no âmbito do projeto COordinated Regional climate Downscaling EXperiment (CORDEX-WRF), com ênfase na região da América do Sul, e Model for Prediction Across Scales (MPAS). As áreas de especialização são: dinâmica da atmosfera em várias escalas; ondas planetárias e variabilidade de baixa frequência; processos de nuvens e convecção; modelagem climática regional/global e intercomparação de modelos; técnicas de resolução variável e refinamento de grade adaptativa para Modelos de Circulação Geral da Atmosfera (MCGAs); Poluição atmosférica; Variabilidade e mudanças climáticas; energias renováveis.

Henri Rossi Pinheiro

Atualmente é bolsista de pós-doutorado pelo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da Universidade de São Paulo (USP). Possui graduação em Meteorologia (2007) pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Mestrado (2010) e Doutorado (2018) em Meteorologia pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) com doutorado sanduíche pela University of Reading (Inglaterra). Atuou como meteorologista previsor de 2010 a 2014 no Grupo de Previsão de Tempo (GPT) do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC). Tem experiência na área de meteorologia sinótica, previsão de tempo e climatologia, com ênfase em tópicos relacionados aos Vórtices Ciclônicos de Altos Níveis (Cut-off Lows, em inglês).

Jose Leandro Pereira Silveira Campos

Possui doutorado pelo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo na área de climatologia dinâmica e mudanças climáticas. Possui mestrado em ciências pela Universidade de São Paulo (2014) na área de climatologia dinâmica e aplicada. Possui graduação em Meteorologia pela Universidade de São Paulo (2012).

Lívia Márcia Mosso Dutra

Possui Graduação em Meteorologia pela Universidade de São Paulo (2009) e mestrado em Ciências (março de 2012, área: Meteorologia) pelo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo - IAG/USP. Membro colaborador do Grupo de Estudos Climáticos (GrEC) da USP, coordenado pelo Prof. Dr. Tércio Ambrizzi. Especialista em Laboratório do Departamento de Ciências Atmosféricas do IAG/USP.

  • http://lattes.cnpq.br/3673072439359296

    livia.dutra@iag.usp.br

    IAG / USP

    Março/2011 - presente: contribui na elaboração do Capítulo 5 dos relatórios mensais e na elaboração do PowerPoint dos seminários mensais. Participa das prévias do grupo. Contribui na elaboração do novo site do GREC.



Luana Albertani Pampuch

Doutora em Ciências com ênfase em Meteorologia pelo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG - USP), com estágio sanduíche no período de 6 meses na Universidade de Vigo (Campus Ourense- Espanha). Possui bacharelado em Matemática (2007) e Bacharelado em Meteorologia (2009) pela Universidade Federal de Santa Maria e mestrado em Meteorologia (2010) pela mesma universidade. Foi coordenadora do Grupo de Estudos Climáticos (GrEC/IAG-USP) e atualmente é pesquisadora colaboradora do grupo. Atuou como docente de nível superior no curso de Licenciatura em Ciências da UNIVESP (polo Piracicaba). Tem Pós-doutorado no IAG/USP com bolsa do PDJ/CNPq em um projeto em parceria com a Universidade de Vigo - Espanha. Atualmente é Professora Assistente Doutora no Instituto de Ciências e Tecnologia- ICT/UNESP no departamento de Engenharia Ambiental -São José dos Campos-SP. Atua na área de Climatologia, com ênfase nos seguintes temas: eventos extremos de precipitação e estatística aplicada.

  • http://lattes.cnpq.br/0678688957164386

    lupampuch@gmail.com

    Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Ciência e Tecnologia

    Junho/2010 - Março/2016: Coordenadora do GREC. Contribuiu na elaboração do Capítulo 3 dos relatórios mensais (até julho/2014) e na elaboração do PowerPoint dos seminários mensais. Participou das prévias do grupo e apresentou seminários mensais.



Luiz Felippe Gozzo

Bacharel em Meteorologia pela Universidade de São Paulo (2007), Mestre em Ciências Atmosféricas pela Universidade de São Paulo (2010) e Doutor em Ciências Atmosféricas pela Universidade de São Paulo (2014). Atualmente é Professor Assistente Doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP-Bauru. Possui experiência na área de Geociências, com ênfase em Meteorologia Dinâmica, Sinótica e Climatologia Dinâmica. Possui conhecimentos básicos de operação de modelos numéricos da atmosfera (WRF e RegCM) e experiência em modelo de dispersão de partículas (Flexpart). Trabalhou por um ano na área operacional da meteorologia, com previsão de tempo, divulgação de ciência, participação em programas de rádio e vídeos veiculados na Internet e monitoramento de tempo severo com utilização de radares meteorológicos. Membro colaborador do Grupo de Estudos Climáticos (GrEC) do IAG-USP e pesquisador colaborador do INCLINE (INter-dsciplinary CLimate INvestigation cEnter) - Núcleo de Apoio a Pesquisa em Mudanças Climáticas da USP.

Maria de Souza Custódio

Atualmente é professora assistente doutora da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP-Bauru. Possui bacharel em Meteorologia pela Universidade Federal de Pelotas (2004), mestrado (2007) em Sensoriamento Remoto pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e doutorado (2013) em Ciências atmosféricas pela Universidade de São Paulo (IAG/USP). Tem como foco de pesquisa modelagem climática global e o acoplamento oceano-atmosfera, bem como variabilidade natural do clima e os eventos climáticos extremos. Tem experiência na área de ciências atmosféricas, com ênfase em climatologia, atuando principalmente nos seguintes temas: climatologia, climatologia dinâmica, modelagem climática global e eventos extremos. Pesquisadora colaboradora do Grupo de Estudos Climáticos (GrEC) no IAG/USP e do INCLINE INter-dsciplinary CLimate INvestigation cEnter) Núcleo de Apoio a Pesquisa em Mudanças Climáticas da USP.

Marta Llopart

Professora Assistente Doutora do Curso de Bacharelado em Meteorologia vinculado ao Departamento de Física da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP-Bauru. Docente credenciada no Programa de Pós Graduação em Biociências da Unesp/Assis-Bauru (http://www.assis.unesp.br/#!/pos-graduacao/cursos/biociencias/corpo-docente/). Tem como linha de pesquisa: interação biosfera atmosfera, modelagem de superfície, modelagem climática regional e climatologia, assim como os efeitos das mudanças climáticas globais e regionais, atuando principalmente nos seguintes temas: impacto das mudanças climáticas na América do Sul e interação biosfera-atmosfera.Membro colaborador do Grupo de Estudos Climáticos (GrEC) do IAG-USP e pesquisadora colaboradora do IINCLINE (INter-dsciplinary CLimate INvestigation cEnter) Núcleo de Apoio a Pesquisa em Mudanças Climáticas da USP.

  • http://lattes.cnpq.br/1940372839155036

    marta.llopart@iag.usp.br

    Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Pesquisas Meteorológicas

    Março/2010 - Maio/2014: participou das prévias do grupo e apresentou seminários mensais. Março/2010 - Setembro/2011: contribuiu na elaboração do Capítulo 1 dos relatórios mensais e na elaboração do PowerPoint dos seminários mensais.



Meiry Sayuri Sakamoto

Possui Bacharelado, Mestrado e Doutorado em Meteorologia pela Universidade de São Paulo. Tendo desenvolvido tese sobre os sistemas convectivos de mesoescala observados na América do Sul. Atualmente é pesquisador da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (FUNCEME). Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Meteorologia, atuando principalmente nos seguintes temas: meteorologia por satélites, meteorologia de mesoescala e modelagem numérica. Possui experiência em monitoramento hidroambiental e previsão de tempo e clima, principalmente, sobre o Nordeste Brasileiro. Coordena o Programa de Pesquisa em Ciências Ambientais, incluindo Meteorologia e seus impactos nos Setores de Recursos Hídricos, Agricultura e Energias - PPCA que tem por finalidade o desenvolvimento, pela FUNCEME, de projetos de pesquisa ou de desenvolvimento tecnológico, que permitam ampliar o conhecimento do Semiárido Brasileiro. É professora e orientadora do Mestrado Profissional em Climatologia e Aplicações nos Países da CPLP e África da Universidade Estadual do Ceará - UECE.

Michelle Simões Reboita

Graduada em Geografia (Bacharelado, 2001) e mestre em Engenharia Oceânica (2004) pela Fundação Universidade Federal do Rio Grande; doutora em Meteorologia pela Universidade de São Paulo - USP (2008). Realizou dois pós-doutorados em Meteorologia pela USP, sendo um sanduíche com a Universidade de Vigo (Espanha). Foi associada júnior do Abdus Salam International Centre for Theoretical Physics da Itália entre 2013 e 2016 e atualmente é associada regular. É docente do Instituto de Recursos Naturais (IRN) da Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI), orientadora do programa de mestrado em Meio Ambiente e Recursos Hídricos da UNIFEI, pesquisadora do IRN, do Grupo de Estudos Climáticos (GrEC) do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP e do Núcleo de Apoio à Pesquisa em Mudanças Climáticas (INCLINE) da USP. Foi coordenadora do curso de Ciências Atmosféricas da UNIFEI de 2015 a 2017. Atualmente é membro da Câmara de Assessoramento de Recursos Naturais, Ciências e Tecnologias Ambientais (CRA) da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG), editora assistente da Revista Brasileira de Meteorologia e vice-coordenadora do curso de Ciências Atmosféricas da UNIFEI. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Meteorologia Sinótica, Climatologia e Modelagem Climática.

  • http://lattes.cnpq.br/0448732949873631

    mireboita@gmail.com

    Universidade Federal de Itajubá, Instituto de Recursos Naturais

    Dezembro/2004 - presente: Contribui na elaboração do Capítulo 5 dos relatórios mensais e na elaboração do PowerPoint dos seminários mensais. Participa das prévias do grupo e apresenta seminários mensais.



Natália Machado Crespo

Formada em Meteorologia-Bacharelado pela Universidade Federal de Santa Maria, trabalhou no Laboratório Ozônio x Radiação do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CRS/INPE-MCTI), onde exerceu atividades no Programa de Monitoramento do Ozônio Atmosférico. Possui Mestrado e Doutorado em Ciências (Área: Meteorologia) pela Universidade de São Paulo, sendo o foco de sua pesquisa o estudo da relação entre ciclogênese em superfície e vorticidade potencial em altos níveis. Atualmente é pós-doutoranda no IAG-USP, no projeto Western South Atlantic Climate Experiment (WeSACEx), e membro do Grupo de Estudos Climáticos (GrEC) do IAG-USP desde 2014.

  • http://lattes.cnpq.br/0700264082749384

    natalia.crespo@iag.usp.br

    IAG / USP

    Agosto/2016 - Atual: contribui na elaboração do Capítulo 1 dos relatórios mensais e na elaboração do PowerPoint dos seminários mensais. Participa das prévias do grupo e apresenta seminários mensais.



Simone Erotildes Teleginski Ferraz

Graduada em Física (Bacharelado e Licenciatura ) pela Universidade Federal do Paraná (1997), Mestre em Meteorologia pela Universidade de São Paulo (2000) e Doutora em Meteorologia pela Universidade de São Paulo (2004) e Pós Doutora em Meteorologia pela Universidade de São Paulo (2005). Atualmente é Professora adjunto da Universidade Federal de Santa Maria e orientadora no Programa de Pós Graduação em Meteorologia da Universidade Federal de Santa Maria. Tem experiência na área Ciências Atmosféricas, com ênfase em Meteorologia, atuando principalmente nos seguintes temas: precipitação, variabilidade climática, oscilações intrasazonais e previsão climática.